Avaliação multicritério da fragilidade do território no Brasil . A silvicultura no Estado do Rio Grande do Sul

Ricardo Mateus, Damáris Padilha

DOI: https://doi.org/10.18055/Finis6971

Resumo


Os métodos multicritério de apoio à decisão têm sido aplicados em vários problemas de planeamento territorial e ambiental. A expansão da atividade de silvicultura no estado brasileiro do Rio Grande do Sul é regulada por um instrumento legal de apoio à decisão de políticas públicas denominado Zoneamento Ambiental da atividade de Silvicultura, cujas fundações metodológicas se basearam numa avaliação da fragilidade ambiental do território em relação às externalidades impostas por essa atividade. Tomando como exemplo de referência este instrumento, o presente artigo apresenta uma análise crítica à metodologia de análise multicritério utilizada, ilustrando‑a com base nos principais erros
metodológicos praticados, tais como a má estruturação dos critérios de avaliação, a definição ambígua de descritores de impacto, a não distinção entre a medição de impactos e do seu valor ou o significado real dos coeficientes de ponderação num modelo de agregação multicritério. Em paralelo, através do estudo de um caso, é proposta uma metodologia alternativa baseada na teoria de valor multicritério e um processo de apoio à decisão consistente, fundamentado, transparente e participado. Espera‑se que o presente artigo possa contribuir para o desenvolvimento e aplicação de métodos de análise multicritério de uma forma mais rigorosa e tecnicamente correta, nomeadamente em problemas caracterizados pela existência de competição e de conflitos, entre vários stakeholders, pela utilização dos recursos escassos existentes num determinado território e, em especial, na formulação de novos instrumentos de Zoneamento Ecológico‑Económico no Brasil.


Palavras-chave


Análise multicritério; fragilidade; zoneamento; silvicultura; conflitos de uso do território

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2017 Finisterra

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Diretora científica responsável: Margarida Queirós| print ISSN 0430-5027 | online ISSN 2281-4574 | © 2017 | Depósito legal nº1956/83 | Revista editada e publicada pelo Centro de Estudos Geográficos | criada pelo Open Journal System (OJS)

Open Acess   Sherpa/Romeo