O espaço global de que fazemos parte

Teresa Lago

DOI: http://dx.doi.org/10.18055/Finis7866

Resumo


Aqui, será o “espaço” físico, o objecto. Para ir direita ao assunto, proponho: numa noite límpida e sem luar deite-se na relva, num local não poluído pela iluminação; olhe bem para o “céu” profundo, esmagador, nos milhares de objectos cintilantes. Contemple a sua beleza. E lembre-se que ocupa uma “nave” que se desloca, nesse espaço, a cerca de 29,8 km/s, em torno de uma estrela (como tantas outras…), o Sol. Mas tenha em conta que, em simultâneo, também ele (e todo o sistema solar) rodam a cerca de 220 km/s em torno do centro da Via Láctea, que pode vislumbrar sobre si, deslumbrante.


Palavras-chave


Espaço; Via Láctea

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2017 Finisterra

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Diretora científica responsável: Margarida Queirós| print ISSN 0430-5027 | online ISSN 2281-4574 | © 2017 | Depósito legal nº1956/83 | Revista editada e publicada pelo Centro de Estudos Geográficos | criada pelo Open Journal System (OJS)