Produtos educacionais: uma avaliação necessária

Alcina Maria Testa Braz da Silva, Ana Paula Mendes Suarez, Andrea Borges Umpierre

Resumo


O significativo processo de expansão dos mestrados profissionais na área de ensino, desde a homologação pela CAPES em 2001 do documento que destaca a importância de desenvolvimento da pós-graduação profissional no Brasil, exigiu um olhar agudo para o sistema de avaliação desse segmento, o que vem se desdobrando, para além da avaliação oficial, na necessidade de uma avaliação do seu impacto na qualidade da educação básica. Nessa perspetiva, ao se considerar o cenário nacional e internacional carente de práticas experimentais, sem contextualização do aprendizado, operando por meio da transmissão de conceitos ambientais reuzidos e outras dificuldades relacionadas à Educação Ambiental realizada no contexto escolar, este trabalho pretende direcionar um olhar crítico para a modalidade profissional da pós-graduação no Brasil e analisar os “produtos educacionais” com o tema Educação Ambiental produzidos nos Mestrados Profissionais em Ensino de Ciências do Estado Rio de Janeiro, no âmbito de um projeto em Rede, aprovado no Edital do Observatório da Educação 2012 da CAPES/INEP, que se propõe a avaliar o impacto deste percurso formativo sobre a qualidade da educação científica, considerando-se a diversidade regional e cultural dos contextos educacionais de formação e atuação.


Palavras-chave


Mestrados Profissionais em Ensino de Ciências; Produtos Educacionais; Educação Ambiental.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.