APRENDIZAGEM COLABORATIVA NAS REDES SOCIAIS E A QUALIFICAÇÃO DOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Everton Bedin, José Claudio Del Pino

Resumo


Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa exploratória de cunho investigativo. Neste artigo objetiva-se apresentar resultados de uma atividade desenvolvida com o auxílio das tecnologias na disciplina de Seminário Integrado, a qual visou entender como a inserção das tecnologias favorece os processos de ensino e aprendizagem de forma colaborativa, além de uma avaliação realizada pelos sujeitos sobre determinada atividade. Assim, com o auxílio de oito professores e quarenta alunos, utilizaram-se as redes sociais para a coleta de dados e questionários impressos para avaliar o trabalho desenvolvido na rede; os dados foram analisados de forma quali-quantitativa via uso de gráficos e grafos. Como conclusão, se destaca que as tecnologias proporcionam a qualificação dos processos de ensino e de aprendizagem de forma colaborativa, já que rede tornou-se, de forma crítica e colaborativa, um lugar de produção de conhecimento escolar, exigindo a reestruturação didática e a formação continuada dos professores. Portanto, a inserção das tecnologias deve desenhar, tecer e alinhavar a verticalidade e a horizontalidade da aprendizagem colaborativa, para que os professores e alunos percebam as interfaces dos conteúdos e as possíveis inter-relações de forma relacional e contextual.


Palavras-chave


: Aprendizagem colaborativa; Tecnologias; Facebook; Interações

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.