Mania de Bell - conceptualização a propósito de um caso clínico

Tiago Filipe Ferreira, Sara Dehanov, Marta Nascimento, Bruno Trancas, Raquel Ribeiro, Teresa Maia

Resumo


Introdução: A mania de Bell (ou “mania delirante”) constitui um quadro clínico grave, que consiste sucintamente na sobreposição de sintomas de delirium e de mania. Vários autores deram contributos para a definição desta entidade nosológica, não obstante este ser um quadro clínico ainda mal compreendido, não existindo guidelines diagnósticas e terapêuticas, nem se conhecendo muito da sua etiopatogénese.

Objectivos: Apresentar um caso de clínico de um doente que foi admitido numa enfermaria de psiquiatria, apresentando sintomatologia compatível com mania de Bell, sendo ainda discutida a marcha diagnóstica e terapêutica do caso e feita uma revisão da literatura.

Métodos: Revisão não sistemática de artigos pesquisados no PubMed.

Resultados e Conclusões: O estabelecimento da mania de Bell como subtipo de episódio maníaco seria útil não apenas para uniformização do seu diagnóstico como também para formulação de recomendações terapêuticas adequadas e maior informação à comunidade científica sobre este quadro clínico.


Palavras-chave


Mania de Bell; Delirium; Doença Bipolar; Catatonia.

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.