Síndrome Serotoninérgico: um caso clínico

Pedro Oliveira, Sandra Silva, Celsa Pissarra

Resumo


O Síndrome Serotoninérgico (SS) é uma condição clínica iatrogénica, potencialmente fatal, que ocorre em consequência de uma sobrestimulação dos recetores serotoninérgicos. A sua apresentação típica consiste na tríade alterações do estado mental, hiperatividade autonómica e alterações neuromusculares, embora o quadro clínico seja altamente variável. Apesar de potencialmente tratável, muitos casos são subdiagnosticados, atribuindo-se como principal causa o desconhecimento desta patologia por parte dos clínicos. O tratamento do SS assenta em quatro pilares: remoção do agente precipitante e terapêutica de suporte, antagonismo dos recetores 5-HT2A, e controlo da agitação, da instabilidade autonómica e da hipertermia. Prevê-se que a sua incidência acompanhe o crescimento da prescrição de antidepressivos, sendo que o aumento do nível de alerta por parte dos médicos acerca da sua ocorrência, poderá contribuir para um diagnóstico atempado e para o sucesso do tratamento. Apresentamos um caso clínico de uma doente com diagnóstico de Perturbação Afetiva Bipolar, internada por episódio depressivo com componente psicótico que desenvolve quadro compatível com SS. Partindo do quadro descrito é feita uma breve revisão teórica desta patologia.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.