A Influência de Características de Trabalho na Qualidade de Vida dos Profissionais de Saúde Mental

Andreia Paula, Rui Pimenta

Resumo


Introdução: Os profissionais da área de saúde mental são o principal instrumento de intervenção nesta área considerada prioritária em Saúde Pública e estão sujeitos a desgaste emocional e stress, que podem afetar negativamente a sua qualidade de vida.

Objetivos: Com este estudo pretende-se avaliar a influência de características de trabalho na qualidade de vida relacionada com a saúde dos profissionais de saúde mental.

Métodos: Para responder ao objetivo traçado optámos por realizar um estudo observacional analítico transversal, com abordagem quantitativa. Utilizámos o SF-36v2 como instrumento genérico de avaliação da Qualidade de Vida, que já se encontra validado para a população portuguesa, complementado por um questionário socioprofissional. A recolha de dados decorreu de 28 de Janeiro a 30 de Abril de 2013.

Resultados e Conclusões: A amostra foi constituída por 201 profissionais de saúde mental de Portugal Continental. A qualidade de vida relacionada com a saúde mostra diferenças estatísticas significativas no estudo de grupos de profissionais de acordo com o número de horas de trabalho semanal (p=0.04) e o grau de satisfação profissional (p<0.001). A avaliação da qualidade de vida dos profissionais de saúde mental possibilita a implementação de alterações no funcionamento dos serviços de saúde mental, podendo contribuir para uma melhoria na prestação dos cuidados de saúde aos utentes.


Palavras-chave


Qualidade de Vida; Profissionais de Saúde Mental; Questionário SF-36v2

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.