Âmbito

Âmbito e ObjetivosA Revista da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia(RSPA) é editada desde 1985 e é o órgão oficial da Sociedade Portuguesa deAnestesiologia. A RSPA pretende informar e melhorar a qualidadecientífica e profissional dos anestesiologistas.

A RSPA publica artigos considerados de interessenas seguintes áreas: Anestesia para procedimentos cirúrgicos e exames complementares de diagnóstico e tratamentos invasivos, Medicina Perioperatória, Medicina Intensiva, Medicina de Emergência e Medicina da Dor, bem como das Ciências Básicas. Publica, ainda, artigosde interesse em outras áreas, tais como a Educação Médica, a Bioética, a Ética Médica ou a História da Anestesiologia. Publica artigos Originais, de Educação Médica Contínua, de Revisão, de Consenso, Casos Clínicos, Cartas ao Editor, Editoriais, Perspetivas e Imagens em Anestesiologia.

Os critérios para publicação são o mérito científico, a originalidade e o interesse para uma audiência multidisciplinar. Todos os manuscritos submetidos estão sujeitos a revisão por pares com o objetivo de garantir que a revista publica apenas artigos de qualidade.

A RSPA é propriedade da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, mas tem independência editorial. O Editor-chefe da RSPA é, desde 2012, o Dr. António Augusto Martins. A revista é editada trimestralmente e é publicada eletronicamente desde 2006. Está disponível em acesso livre em http://www.spanestesiologia.pt/ e em http://revistas.rcaap.pt/anestesiologia.

Audiência

A principal audiência é composta pelos médicos dedicados às áreas da Anestesiologia: Anestesia para procedimentos cirúrgicos e exames complementares de diagnóstico e tratamentos invasivos, Medicina Perioperatória, Medicina Intensiva, Medicina de Emergência e Medicina da Dor, bem como das Ciências Básicas, Bioética, Ética Médica ou História da Anestesiologia. Outros profissionais da saúde como médicos de outras áreas de intervenção, enfermeiros ou paramédicos poderão encontrar na publicação artigos de interesse para a sua atividade.

Indexação

Os artigos publicados na revista são indexados por:

- IndexRMP: Index das Revistas MédicasPortuguesas

- RCAAP: Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

Patrocínios

Os patrocinadores da revista são empresas da indústria farmacêutica ou outras que geram receitas através da publicidade. Não é permitida a influência da publicidade sobre as decisões editoriais. Outras despesas são suportadas pela Sociedade Portuguesa de Anestesiologia.

Razão para Publicar na RSPA

- Órgão oficial da sociedade científica nacional da especialidade - a Sociedade Portuguesa de Anestesiologia

- Política de publicação com arbitragem científica por pares

- Indexação no Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal – RCAAP e no Index das Revistas Médicas Portuguesas - IndexRMP

- Multidisciplinaridade do público-alvo

- Tempo médio para a primeira decisão no prazo de 10 dias

- Máxima visibilidade com a publicação em livre acesso

- Ausência de custos de submissão ou publicação

Processo de Revisão por Pares

Arbitragem Científica / Peer Review

A RSPA segue um rigoroso processo cego (single-blind)de revisão por pares (peer review).Todos os manuscritos passam por avaliação do editor-chefe que os pode recusar, nesta fase, sem recurso a opinião dos revisores.Todos os manuscritos que não estejam em conformidade com as instruções aos autores podem ser devolvidos para modificações, antes de serem revistos pelos consultores científicos.A aceitação final é da responsabilidade do editor científico.As Cartas ao Editor ou Editoriais serão avaliados pelo Conselho Editorial, mas também poderá ser solicitada uma revisão externa. Sem revisão pelo spares serão publicadas mensagens do Presidente da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia (SPA), resumos de posters/comunicações aceites para apresentação nas reuniões científicas organizadas pela SPA, assim como documentos oficiais da sociedade. Na avaliação, os artigos poderão ser:

a) Aceites sem alterações

b) Aceites após modificações propostas pelos consultorescientíficos

c) Recusados

Apenas serão aceites manuscritos que contenham material original que não estejam ainda publicados, na íntegra ou em parte, e que não tenham sido submetidos para publicação noutros locais. Após a receção do manuscrito, o editor-chefe envia-o a dois revisores, caso o manuscrito esteja de acordo com as instruções aos autores e se enquadre na política editorial. No prazo máximo de quatro semanas, o revisor deverá responder ao editor-chefe indicando os seus comentários relativos ao manuscrito sujeito a revisão, e a sua sugestão quanto à aceitação, revisão ou rejeição do trabalho. Num prazo de 10 dias o Conselho Editorial tomará uma decisão que poderá ser:

Aceitar o artigo sem modificações;

Envio dos comentários dosrevisores para que os autores procedam de acordo com o indicado;

Rejeição.

Quando são propostas alterações os Autores dispõem de 15 dias (prazo que pode ser alargado a pedido dos autores) para submeterem a nova versão revista do manuscrito, contemplando os comentários dos revisores e do conselho editorial. Respondendo a todas as questões colocadas e uma versão revista do artigo, com as alterações inseridas destacadas com cor diferente. O editor-chefe dispõe de 10 dias para tomar a decisão sobre a nova versão: rejeitar ou aceitar a nova versão, ou submetê-la a uma nova apreciação por um ou mais revisores. No caso da aceitação, em qualquer das fases anteriores, a mesma será comunicada ao Autor Correspondente. Na fase de revisão de provas tipográficas pelos autores, não serão aceites alterações de fundo aos artigos. A inclusão destas alterações pode motivar a rejeição posterior do artigo por decisão do Editor-Chefe. Em todos os casos os pareceres dos revisores serão integralmente comunicados aos autores no prazo de 6 a 8 semanas a partir da datada receção do manuscrito.

Periodicidade

Periodicidade trimestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Sponsors

Sociedade Portuguesa de Anestesiologia

Histórico da Revista

A Revista da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia é propriedade da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia e teve o início da sua publicação em Maio de 1985. A revista é editada trimestralmente e é publicada eletronicamente desde 2006.O Editor-chefe  é, desde 2012, o Dr. António Augusto Martins.