Significação Musical: Heranças e Desafios

  • Helder Filipe Gonçalves UBI-DCA
Palavras-chave: Música e significado, extra-musical, narrativa musical

Resumo

Por vezes um ouvinte concebe uma narrativa, que “escuta” graças a aspectos rítmicos, melódicos, harmónicos e formais que uma música contém. Algumas vezes distancia-se da perspectiva oposta, a do compositor que eventualmente deseja que a escuta se “reduza” ao usufruto do som pelo som, das relações intrínsecas na música, sem extravasar para outros contextos. Mas, é certo que, pelo menos desde a Antiga Grécia, a questão da influência, da capacidade de a música mobilizar as emoções dos indivíduos será para muitos um dado adquirido. O carácter inefável da Música pode encontrar na nossa disposição momentânea – ou simplesmente na nossa condição humana – um aliado para a empatia, para a objectivação narrativa que muito tem intrigado musicólogos e, também, especialistas de outras áreas; isto para além de potenciar capacidades criativas em compositores ou outros artistas sonoros.
Publicado
2014-12-31
Como Citar
Gonçalves, H. (2014). Significação Musical: Heranças e Desafios. Artciencia.Com, Revista De Arte, Ciência E Comunicação, (18). https://doi.org/10.25770/artc.11115