Leonid Pavlovich Shilnikov: à memória de um atractor global

  • Alexandre A. P. Rodrigues Centro de Matemática da Universidade do Porto e Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Rua do Campo Alegre 687, 4169–007 Porto, Portugal

Resumo

Em 26 de Dezembro de 2011, dobraram os sinos pela perda do matemático russo L. P. Shilnikov. De uma forma unânime à escala mundial, o seu trabalho tornou-se um clássico e uma referência obrigatória em qualquer manual da teoria de bifurcações, influenciando decisivamente o desenvolvimento da teoria qualitativadas equações diferenciais. A elegância dos seus resultados e o rigor das suas demonstrações constituíram um dos motivos para a sua popularidade entre investigadore de todas as áreas. O método rigoroso do seu trabalho científico como investigador e professor na Universidade de Gorky, contrasta com o modo descontraído como encarou a sua vida. Este artigo pretende, de uma forma sumária e concisa, contextualizar alguns dos trabalhos científicos mais populares de Shilnikov, bem como relatar algumas etapas determinantes na sua carreira profissional.

Secção
Artigos