Antigas Impregnações a Óleo Aplicadas no Reverso de Pintura sobre Tela. O Estudo Científico dos Materiais Encontrados numa Pintura Portuguesa

  • Andréa Teixeira Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Porto, Portugal
  • Ana Calvo Universidade Complutense, Faculdade de Belas Artes, Madrid, Espanha
  • Maria Aguiar CITAR, Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Porto, Portugal

Resumo

Testemunho de intervenções históricas de restauro, o suporte da pintura sobre tela “O Cavaleiro da Ordem de Malta”, datada do século XVIII, foi alvo da aplicação, pelo seu reverso, de camadas de impregnação à base de óleo e pigmentos. O estudo científico das camadas de impregnação, com o recurso à microscopia ótica (MO) de reflexão, com luz polarizada e com radiação ultravioleta (UV), cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa (GC-MS), micro-espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (micro-FTIR) e microscopia eletrónica de varrimento acoplada a espectrometria de raios X por dispersão de energia (SEM-EDX), possibilitou a identificação de duas camadas compostas por diversos pigmentos aglutinados em óleo de linhaça e ainda a presença de resina colofónia, cola animal e amido.

Biografias do Autor

Andréa Teixeira, Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Porto, Portugal
Mestre em Conservação e Restauro de Bens Culturais e é licenciada em Conservação e Restauro, ambos os graus obtidos na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa, Porto (EA/UCP). Actualmente exerce função de conservadora restauradora de pintura de cavalete no âmbito do Projeto “Recuperação/ Requalificação da Igreja e Convento de S. Francisco - Évora”.
Ana Calvo, Universidade Complutense, Faculdade de Belas Artes, Madrid, Espanha

Doctora en Bellas Artes por la Universidad Politécnica de Valencia, en el programa de Conservación del Patrimonio. Licenciada en Historia del Arte y especialista en Conservación y Restauración de Pintura (ESCRBC de Madrid). Actualmente es profesora en el Grado en Conservación y Restauración del Patrimonio Cultural, Master y Doctorado, en la Facultad de Bellas Artes de la Universidad Complutense de Madrid.

Maria Aguiar, CITAR, Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, Porto, Portugal
Doutorada em Conservação de Pintura pela Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. Mestre em Conservação e Restauro de Pintura pela Universidade de Northumbria  de Newcastle Upon Tyne, Inglaterra. Mestre em Conservação e Restauro de Objectos Históricos pela Universidade de DeMontfort, Inglaterra. Bacharel em Conservação e Restauro pelo Instituto  Politécnico de Tomar. Professora auxiliar convidada da Escola das Artes. Docente em Conservação e Restauro. Coordenadora da Licenciatura em Arte – Conservação e Restauro.
Publicado
2018-04-23
Edição
Secção
Artigos