Leguminosas forrageiras na produção animal no Brasil

  • Ana Beatriz Carvalho Terra Universidade José do Rosário Vellano/ UNIFENAS
  • Ligiane Aparecida Florentino Universidade José do Rosário Vellano/ UNIFENAS
  • Adauton V. de Rezende
  • Nhayandra C.D. e Silva

Resumo

Práticas agropecuárias intensivas vêm ocasionando alterações nas características e qualidade do solo, surgindo a necessidade de adoção de técnicas de manejo sustentáveis. O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo, porém devido às práticas de manejo inadequadas, cerca de 50% das pastagens encontram-se degradadas. As leguminosas forrageiras têm ganhado destaque como alternativa sustentável para alimentação animal, não só por apresentar elevado valor nutritivo, como pela capacidade em estabelecer relações simbióticas e associativas com bactérias fixadoras de nitrogênio e promotoras de crescimento vegetal, as quais conseguem suprir total ou parcialmente o nitrogênio demandado pelas culturas. Técnicas de coinoculação com bactérias simbióticas e associativas são consideradas como componente chave nos processos de recuperação de pastagens degradadas por proporcionarem um maior acúmulo de biomassa. O objetivo desse trabalho foi apresentar técnicas de recuperação de pastagens degradadas envolvendo o uso de leguminosas forrageiras e a associação com bactérias fixadoras de nitrogênio com o intuito de aumentar a produtividade das pastagens, tornando o sistema sustentável.

 

Biografia do Autor

Ligiane Aparecida Florentino, Universidade José do Rosário Vellano/ UNIFENAS

Possui graduação em Agronomia, Mestrado em Microbiologia Agrícola, Doutorado em Ciência do Solo e Pós Doutorado em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Microbiologia do Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: Fixação biológica de nitrogênio, Biossolubilização de minerais contendo fósforo e potássio, Diversidade Microbiana e Manejo sustentável do solo. Atualmente é professora e pesquisadora da Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas)/Fundação de Ensino e Tecnologia de Alfenas (FETA), onde participa do Programa de Pós Graduação em Ciência Animal, Mestrado Profissional em Sistemas de Produção na Agropecuária e Doutorado em Agricultura Sustentável. Atua também na Vice-Coordenação do Doutorado em Agricultura Sustentável e Coordenadora da Política de Educação Ambiental da UNIFENAS.

Publicado
2019-05-09
Secção
Geral