Produção de etanol a partir dos subprodutos de cenoura

  • Flávia Regina Passos
  • Lucélia Cristina Alves
  • Fabrícia Queiroz Mendes
  • Kátia Rodrigues de Oliveira Rocha
  • Lorena Ribeiro
  • Samarina Gabrielle de Fátima Pereira
  • Thaís Oliveira da Silva
  • Válter de Castro Alcântara

Resumo

A cenoura (Daucus carota L.), planta da família das umbelíferas, caracteriza-se como uma das mais importantes olericulturas. Os subprodutos dos lavadores e das indústrias processadoras de cenoura podem ser valorizados com fins alimentares ou para obtenção de extratos para posterior utilização. O extrato de carotenóide da cenoura é o precursor de vitamina A, especialmente o ß-caroteno, além de possuir função antioxidante. Os subprodutos gerados após a extração de carotenóides apresentam alto teor de biomassa lenhocelulósica, susceptível à produção de etanol de segunda geração. O desenvolvimento desta tecnologia permite o pleno aproveitamento dos subprodutos de cenoura, aumentando a produção de etanol. A presente revisão consiste em discutir a utilização da cenoura para a extração de carotenóides e o aproveitamento do resíduo gerado dessa extração para produção de etanol de segunda geração.

Publicado
2019-01-09
Secção
Geral