Envelhecimento acelerado e ocorrência de fungos para avaliação do potencial fisiológico de sementes de arroz

  • Diego T. Monteiro
  • Lilian M. Tunes
  • Cleidionara Pacheco
  • Elisa S. Lemes
  • Andreia da S. Almeida
  • Marlove F.B. Muniz

Resumo

O teste de envelhecimento acelerado é um dos mais difundidos para a avaliação do vigor das sementes de várias espécies cultivadas, sendo capaz de proporcionar informações com alto grau de consistência. No entanto, o desempenho das sementes envelhecidas artificialmente pode ser influenciado, de modo negativo, pela presença de fungos. Diante disso, o presente trabalho teve por objetivo estudar o teste de envelhecimento acelerado em diferentes concentrações salinas para determinar o potencial fisiológico e sanitário de cultivares de arroz. Foram utilizadas sementes de arroz das cultivares Irga 409, Irga 424 e Epagri 144. O teste de envelhecimento acelerado foi conduzido em três etapas: teste tradicional com uso de água; teste com uso de soluçõesde NaCl saturada (SS) e super saturada (SSS) durante os períodos de 24, 48, 72 e 96 horas a 42 °C. Após, foi avaliado o grau de humidade, a germinação e a sanidade das sementes. Os efeitos deletérios do teste de envelhecimento acelerado foram atenuados com o incremento de concentrações salinas. O teste de envelhecimento acelerado em SS às 48 h e em SSS às 48, 72 e 96 h permite classificar as cultivares de arroz em diferentes níveis de vigor. Sementes contaminadas por agentes fúngicos tiveram resposta positiva na germinação com o uso dos métodos com solução salina.

Publicado
2019-01-09
Secção
Geral