Teor de macronutrientes e produtividade da soja influenciados pela compactação do solo e adubação fosfatada

  • Franciele Caroline de Assis Valadão
  • Oscarlina Lúcia dos Santos Weber
  • Daniel Dias Valadão Júnior
  • Mayara Fernanda Martins Santin
  • Alexandra Scapinelli

Resumo

O objetivo neste trabalho foi avaliar a influência da compactação e adubação fosfatada sobre o teor de macronutrientes e produtividade de grãos de soja na Chapada dos Parecis-MT. O estudo foi realizado em Latossolo Vermelho, em delineamento em blocos casualizados, esquema fatorial 2x4x4 e três repetições, sendo duas formas de adubação fosfatada (a lanço e no sulco), quatro doses de P2O5 (0, 50, 100 e 150 kg ha-1) e quatro estados de compactação (PT0, PT2, PT4 e PT8 – semeadura direta com compactação induzida por tráfego de trator em zero, duas, quatro e oito passadas, respectivamente). A compactação, a forma de adubação e as doses de P2O5 influenciaram a disponibilidade de fósforo no solo e a absorção do elemento pela planta, sendo que nos sistemas mais compactados adubados a lanço os teores de P na soja ficaram abaixo dos limites considerados adequados. A compactação reduziu os teores N, P, Ca e Mg e aumentou ou teores de K e S e as doses de P2O5 aumentaram os teores de Mg da parte aérea da soja. A adubação a lanço em áreas compactadas reduziu a eficiência da adubação fosfatada com consequente redução da produtividade de grãos da soja.

Publicado
2019-01-09
Secção
Geral