Qualidade dos méis de abelhas africanizadas (Apis mellifera) e jataí (Tetragonisca angustula) comercializado na microrregião de Francisco Beltrão – PR

  • Franciele Braghini
  • Elisa Chiapetti
  • José Francisco S. Júnior
  • João P.F. Mileski
  • Débora F. de Oliveira
  • Silvane Morés
  • Alexandre R. Coelho
  • Ivane B. Tonial

Resumo

O mel é uma solução sobressaturada de açúcares. Trata-se de uma substância de origem animal que é produzida por abelhas melíferas a partir do néctar de flores. O presente estudo teve por objetivo avaliar a qualidade dos méis de abelhas africanizadas (Apis mellifera) e Jataí (Tetragonisca angustula) e verificar a presença de sujidades e adulterações, além de fazer uma breve comparação entre os dois tipos de méis. Para isso doze amostras de méis (seis de abelha Jataí e seis de abelhas Africanizadas) foram adquiridas do comércio na microrregião de Francisco Beltrão - PR. As amostras foram submetidas às avaliações dos parâmetros físico-químicos, avaliações de adulteração, de sujidades e matérias estranhas. Os resultados físico-químicos comprovaram diferenças para os parâmetros de humidade, cinzas e HMF para os méis de abelhas Jataí e Africanizadas. As análises para verificação de adulteração revelaram resultados negativos para o aquecimento, armazenamento prolongado, adição de amido e dextrinas em ambos os tipos de méis, indicando boa qualidade dos produtos consumidos pela população.

Publicado
2019-01-09
Secção
Geral