Relação qualidade de moagem e qualidade fisiológica de sementes de arroz durante o armazenamento

  • Juliana Maria Espíndola Lima
  • Oscar José Smiderle
  • Lindemberg de Matos Galvão
  • Allex Ricarte de Sá
  • Antônio Carlos Centeno Cordeiro

Resumo

O arroz (Oryza sativa L.) é uma das culturas mais cultivadas no mundo e uma das primeiras espécies de culturas domesticadas. Além disso, o seu consumo representa cerca de 20% da ingestão calórica do mundo. Objetivou-se neste estudo avaliar a relação entre a qualidade de moagem e a qualidade fisiológica de sementes de arroz durante o armazenamento. Foram realizados dois ensaios com sementes de 3 cultivares de arroz comum tipo longo-fino e 3 cultivares especiais de arroz. As avaliações de armazenamento foram realizadas aos 0, 30, 60, 90 e 120 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com fatorial 3 x 5 (cultivares x armazenamento) para cada ensaio, com quatro repetições. Os testes realizados foram: qualidade de moagem, peso de mil sementes, germinação, primeira contagem de germinação e condutividade elétrica. As cultivares especiais de arroz ‘BRS 358’ e ´Jasmine’, bem como as cultivares comuns de arroz, ‘Sinuelo’ e ‘Jaçanã’, apresentam maior potencial para qualidade fisiológica e qualidade de moagem. A qualidade física do processo de moagem está vinculada à qualidade fisiológica das sementes da seis cultivares de arroz testadas.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2019-02-03
Secção
Geral