Azospirillum brasilense e fosfato natural reativo no estabelecimento de forrageira tropical

  • Reginaldo Almeida Andrade
  • Marlos Oliveira Porto
  • Jucilene Cavali
  • Elvino Ferreira
  • Anderson Cristian Bergamin
  • Fábio Regis de Souza
  • Iracy Soares de Aguiar

Resumo

 Avaliou-se as características morfogênicas do Capim Tamani (Panicum maximum cv. BRS Tamani), estabelecido com sementes inoculadas ou não com Azospirillum brasilense em função de fontes de fosfato (superfosfato triplo e fosfato natural reativo de bayovar) e doses crescentes de nitrogênio (0, 75, 150, 300 e 600 kg ha-1) em delineamento inteiramente casualizado, organizado em esquema fatorial 2 x 2 x 5 com 4 repetições. A inoculação com Azospirillum brasilense promoveu uma melhoria no aproveitamento dos adubos fosfatados, reduzindo a amplitude de respostas entre eles. Contudo, o melhor desempenho foi observado com a fonte de maior solubilidade (superfosfato triplo) associada aos maiores níveis de adubação nitrogenada.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2019-02-04
Secção
Geral