Efeitos da água residual de laticínios na respiração basal do solo, produtividade e remoção de nutrientes por Tifton 85 (Cynodon sp.)

  • Jacineumo F. de Oliveira
  • Ronaldo Fia
  • Fátima R.L. Fia
  • Fernando Neres Rodrigues
  • Luiz Fernando C. de Oliveira
  • Luis César de A.L. Filho

Resumo

 As águas residuais são potenciais fontes de nutrientes, matéria orgânica e água se usadas na fertirrigação, contribuindo para o aumento de produção e atividade biológica do solo. Objetivou-se avaliar a respiração basal do solo, produtividade e remoção de nutrientes por Tifton 85 após aplicação de água residual de laticínios (ARL). Conduziu-se o ensaio na Universidade Federal de Lavras, em colunas de PVC com 0,30 m de diâmetro e 1,2 m de profundidade, preenchidas com Latossolo Vermelho Distrófico e cultivadas com Tifton 85. Os tratamentos compreenderam de adubação mineral (AQT0) recomendada para esta espécie (300 kg ha-1 ano-1 de N), e quatro doses de ARL: 100 (ALT1), 200 (ALT2), 300 (ALT3) e 400% (ALT4) da recomendação de N.Realizaram-se três cortes, aos 60, 90 e 120 dias após o transplante. As crescentes dosagens de ARL não proporcionaram incrementos na respiração basal do solo. A maior produtividade foi de 15,11 t ha-1, ocorrida no segundo corte após dosagem de 7203 m³ ha-1 de ARL (ALT4), proporcionando, assim, consideráveis remoções de macro e micronutrientes neste corte. Os resultados revelaram a necessidade para efetuar tratamentos adequados às ARLs antes de sua aplicação em solos agrícolas, bem como estudos mais aprofundados ao tema abordado.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2019-02-04
Secção
Geral