A importância do projeto Pervermac II no uso sustentável de pesticidas em fruticultura e seu impacto na saúde humana na Macaronésia. O caso dos Açores

  • David Lopes
  • Andreia Aguiar
  • Ana Dias
  • Maria Bettencourt
  • Paulo Fernandes
  • Reinaldo Pimentel

Resumo

O objetivo geral do projeto PERVEMAC II é promover a segurança alimentar e a agricultura responsável na Macaronésica (Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde) com os seguintes objetivos específicos: quantificação de resíduos de pesticidas no solo e em produtos agrícolas; identificação dos componentes da dieta alimentar e quantificação da ingestão diária; quantificação de resíduos de pesticidas no sangue e na urina; mudança dos hábitos alimentares das crianças e dos adolescentes; implementação de hortas escolares; formação de professores no âmbito da educação para saúde; formação de técnicos em meios alternativos de proteção das culturas. Numa primeira fase, durante os anos de 2017 e 2018 foi realizada uma amostragem de produtos agrícolas e de entre estes nos frutícolas, importados e produzidos localmente, de modo convencional e biológico, para pesquisa de resíduos de produtos fitofarmacêuticos. Paralelamente, na população-alvo dos 2 concelhos da ilha Terceira far-se-á a quantificação da sua ingestão alimentar. Se os níveis de resíduos de pesticidas encontrados, quer na população alvo (sangue e urina), quer nas amostras de produtos agrícolas, estiverem acima do LMR, avançar-se-á na promoção e melhoria das práticas agrícolas e da alimentação. Para isso estão programadas ações de junto das escolas e na população, para construir um adequado programa alimentar e fomentar hábitos alimentares saudáveis através dum manual de boas práticas, coadjuvado pela criação de hortas escolares. Para o agricultor e técnicos, estão previstas ações de transferência de conhecimento baseadas num manual de boas práticas agrícolas que ajudarão os produtores no combate aos organismos nocivos das suas culturas.

Publicado
2019-03-10
Secção
Geral