Sorção e dessorção de cromo com o uso de lodo de curtume em solo com pastagem e vegetação de Cerrado

  • Rafael Felippe Ratke
  • Mara L. Lemke-de-Castro
  • Alfredo B. De-Campos
  • Cleonice Rocha
  • Juliano M. Barbosa
  • Adriana Verginassi
  • Alan M. Zuffo

Resumo

O lodo de curtume é frequentemente usado na agricultura como fonte de nutrientes e para controlar a acidez do solo. No entanto, o uso dessa substância pode promover a contaminação do solo com cromo. O objetivo deste estudo foi determinar as isotermas de sorção e dessorção do cromo proveniente de lodo de curtume em um experimento de laboratório. A sorção e dessorção do cromo foram determinadas em amostras de um Latossolo sob pastagem e vegetação nativa de Cerrado. As amostras de solo foram misturadas com lodo de curtume e sulfato de cromo. As amostras de solo contendo cromo em diferentes concentrações foram agitadas por 72 h, alternando ciclos de 12 h de agitação e 12 h de repouso. As amostras foram centrifugadas, e o solo separado do sobrenadante foi submetido a extrações de dessorção seletiva com soluções de CaCl2, NaOH, e Na2EDTA para determinar diferentes frações de cromo. Os resultados mostraram que a retenção de cromo no solo foi fortemente influenciada pela matéria orgânica do solo. O cromo proveniente tanto do lodo de curtume como do sulfato foi fortemente sorvido no solo. A dessorção de cromo foi maior nas amostras tratadas com NaOH no lodo de curtume e com outros extratores no tratamento com sulfato.

Publicado
2019-05-10
Secção
Geral