Agentes de biocontrole no manejo de Pratylenchus brachyurus na cultura da soja

  • Ananda Rosa Beserra
  • Fernandes Antonio Almeida UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE-UFCG
  • Maria Lucia Tiburtino Leite
  • Weverson Lima Fonseca
  • Francisco Alcântara Neto
  • Francisco Fernandes Pereira
  • Rezanio Martins Carvalho
  • Artur Franco Barreto
  • Tarciana Silva dos Santos

Resumo

O nematoide das lesões radiculares (Pratylenchus brachyurus) é considerado um dos principais patógenos da cultura da soja do cerrado brasileiro. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de diferentes espécies de fungos no manejo de P. brachyurus na soja. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial (4 x 4 + 2), constituído por quatro espécies de fungos: Beauveria bassiana, Trichoderma harzianumMetarhizium anisopliae e Paecilomyces lilacinus, com quatro formas de aplicação (na semente, no sulco, semente + sulco e cobertura) e duas testemunhas adicionais (água e nematicida), com cinco repetições. Plantas de soja cv. Soy Tech 820 RR foram inoculadas com 50000 ovos e juvenis de segundo estádio (J2) de P. brachyurus. Após 60 dias da aplicação dos tratamentos, foram realizadas avaliações de parasitismo e características agronômicas na soja. Os fungos empregados no controle, influenciaram positivamente em quase todas as características vegetativas das plantas, promovidas pela redução acentuada do número de juvenis na raiz e no solo e, principalmente, pela diminuição no número de ovos nas raízes. A forma de aplicação não influenciou diretamente a ação dos agentes de biocontrole, e todos os microrganismos se comportaram de maneira protetora, inviabilizando ou retardando o parasitismo dos nematoides sobre as raízes das plantas. 

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2019-08-13
Secção
Geral