INTERNAMENTO POR VARICELA EM PEDIATRIA NO HOSPITAL SENHORA DA OLIVEIRA GUIMARÃES – CASUÍSTICA DE 5 ANOS

Authors

  • Dinis Sousa
  • Alberto Costa

DOI:

https://doi.org/10.25753/BirthGrowthMJ.v24.i0.9428

Abstract

Introdução: A varicela é uma doença infeciosa geralmente autolimitada, apresentando na maioria dos casos um curso benigno. Porém, por vezes, esta pode manifestar-se através de sintomatologia significativa ou associada a complicações graves que implicam internamento. O objetivo deste estudo foi caracterizar os internamentos no Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães devidos a varicela e as suas complicações.

Metodologia: Foi realizada uma análise retrospetiva dos processos clínicos do internamento de Pediatria com o diagnóstico de varicela num período de 5 anos (Outubro de 2010 a Setembro de 2015).

Resultados: Foram internados 32 casos de varicela no período examinado. A idade média foi de 25,3 meses (idade mínima 1 mês; idade máxima 8 anos). Não se verificou nenhum internamento em adolescente no período estudado. Os casos analisados estavam equitativamente distribuídos por ambos os géneros. Os meses com maior número de internamentos foram Maio, Junho e Julho. Em 34% dos casos constatou-se provável transmissão intrafamiliar. O principal motivo de internamento foi a presença de complicação associada à varicela, presente em 59% dos casos. O diagnóstico da mesma foi realizado em média ao 3,4 dia de doença. Neste grupo de doentes, em 63% dos casos ocorreram complicações cutâneas/tecidos moles, as complicações neurológicas em 21% dos casos e as complicações respiratórias em 16% dos casos. Outras complicações verificadas foram 1 caso de artrite e 2 casos otite média aguda. Em 3 casos verificou-se a associação de 2 complicações simultâneas. A duração média do internamento neste grupo de doentes foi de 7,7 dias. Os restantes casos (41%) não apresentavam complicação, tendo como motivo de internamento a presença de fatores de risco e/ou a gravidade da sintomatologia. A duração média do internamento neste grupo de doentes foi de 3,5 dias. Em 75% dos doentes internados com varicela foi efetuada terapêutica com aciclovir.

Conclusão: No período em estudo verificou-se que a princi- pal causa de internamento foi a presença de complicação associada. As complicações mais frequentemente verificadas foram as infeções cutâneas e tecidos moles, seguidas pelas complica- ções neurológicas e respiratórias. Apesar da maioria dos casos de varicela ter um curso benigno, a presença de complicações associadas ou a gravidade sintomatológica podem justificar o seu internamento.

 

Published

2016-07-07

How to Cite

Sousa, D., & Costa, A. (2016). INTERNAMENTO POR VARICELA EM PEDIATRIA NO HOSPITAL SENHORA DA OLIVEIRA GUIMARÃES – CASUÍSTICA DE 5 ANOS. NASCER E CRESCER - BIRTH AND GROWTH MEDICAL JOURNAL, 24, S10. https://doi.org/10.25753/BirthGrowthMJ.v24.i0.9428

Most read articles by the same author(s)