Análise multicritério e geoprocessamento para conservação de estradas não pavimentadas

  • Frederico C.M. Martins
  • Luana C.R. Andrade
  • Maria Lúcia Calijuri
  • Kelly O. Barros
  • Emmanoel M. Barreto

Resumo

O objetivo deste estudo consistiu em utilizar o geoprocessamento para determinar a alocação de caixas de captação de água e sedimentos em estradas não pavimentadas. A metodologia foi baseada em: dados gerados a partir de um Modelo Digital de Elevação Hidrograficamente Condicionado, na classificação de uso e ocupação da terra, em dados de infiltração e escoamento obtidos pelo método Balseq, seguida numa análise multi-critério. A Combinação Linear Ponderada (WLC) e a Média Ponderada Ordenada (OWA) foram utilizadas na agregação de critérios pré-estabelecidos. Foram identificadas 289 áreas maiores do que 0,0003 ha, com adequação maior que 250 para a implantação das caixas de captação, numa análise de risco médio-alto com compensação parcial no cenário OWA1. No cenário WLC consideraram-se 53 áreas críticas, com adequabilidade de 255, risco médio e compensação máxima, que deverão ser necessariamente observadas para implantação de tais caixas. Com esta metodologia a gestão em estradas sem pavimentação pode ser realizada de maneira eficiente.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2019-01-20
Secção
Geral