Exigência térmica e produção da videira 'Niagara Rosada' em diferentes épocas de poda no Cerrado do Brasil

  • Wesley A. Martins
  • Sílvia C. Santos
  • Kátya B.A. Smiljanic

Resumo

A produção de uvas em regiões tropicais vem aumentando significativamente nos últimos anos. A irrigação complementar permite que as podas de produção sejam feita em qualquer época do ano em regiões tropicais. Diante disso, os objetivos deste trabalho foram caracterizar as exigências térmicas, o desenvolvimento, a produção e a qualidade da videira cultivar Niagara Rosada submetida a diferentes épocas de poda no município de Santa Rita do Araguaia - Goiás - Brasil. O ensaio foi instalado numa vinha comercial, num delineamento experimental em blocos casualizados, com cinco blocos, e dez tratamentos (épocas de poda). A duração do ciclo (poda a colheita) variou de 121 a 141 dias, nas 10 épocas de poda. Para a temperatura-base de 10 ºC e 12 ºC, os valores de graus-dia situaram-se entre 1566,2 a 1717,4 e 1322,2 a 1496,1, respectivamente. Foi possível a produção da videira cultivar Niagara Rosada nas dez época de podas propostas. As dez épocas de poda influenciaram no comportamento fenológico, mostrando diferentes exigências térmicas. A utilização de dez épocas de poda, favorece o viticultor aumentando o rendimento e amplia a disponibilidade da fruta ao consumidor.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2019-01-20
Secção
Geral