Aplicação de substância húmica e do aminoácido L-glutâmico em diferentes comprimentos da reserva nutricional de tolete de uma gema de cana-de-açúcar

  • João C. Civiero
  • Edelclaiton Daros
  • Luiz J.O. Tavares de Melo
  • Heroldo Weber
  • Átila F. Mógor
  • Guilherme G.O. Figueiredo

Resumo

O adequado crescimento radicular influencia o crescimento de plantas e o estabelecimento do cultivo. O desenvolvimento vegetal pode ter relação com o tamanho da reserva nutricional de toletes de uma gema (mini-toletes) de cana-de-açúcar e a aplicação de substâncias que estimulam a utilização dessas reservas. Assim, o objetivo consistiu em estudar o uso de substâncias húmicas e do ácido L-glutâmico, aplicados em minitoletes de cana-de-açúcar de diferentes tamanhos no crescimento inicial do sistema radicular e da parte aérea. O estudo foi conduzido em condições de campo, em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (5x3), com três repetições. Os tratamentos foram compostos pela combinação de cinco comprimentos de minitoletes, 0, 4, 8, 12 e 16 cm e três tratamentos: substância húmica, ácido L-glutâmico e da testemunha sem aplicação. Verificou-se que a aplicação de ácido húmico apresentou diferença estatística superior em relação ao ácido L-glutâmico, e este possibilitou aumento quando comparado com a testemunha, para as variáveis: comprimento, área superficial, massa seca do sistema radicular e massa seca da parte aérea. O comprimento da reserva do tolete influenciou significativamente a massa seca da parte aérea e as características do sistema radicular. Também foi observado correlação significativa da biomassa da parte aérea com as variáveis do sistema radicular e com isso verificar as suas interações.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2019-01-20
Secção
Geral