Tratamentos sanitários na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de tomate produzidas sob manejo orgânico

  • Aldo Luiz Mauri
  • Eduardo Fontes Araujo
  • Hugo Tiago Ribeiro Amaro Universidade Estadual de Montes Claros
  • Roberto Fontes Araujo
  • Sheila Cristina Prucoli

Resumo

O uso de sementes de alta qualidade fisiológica e sanitária representa importante estratégia na implantação de lavouras de tomate orgânico. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito de tratamentos sanitários na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de tomate cereja produzidas sob manejo orgânico. Foram utilizados seis lotes de sementes de tomate cereja produzidas sob manejo orgânico, oriundos do Rio Grande do Sul e do Espírito Santo. As sementes foram submetidas a tratamentos sanitários alternativos que constaram de imersão das sementes em extratos vegetais e em água destilada, microbiolização das sementes, termoterapia, além de um tratamento padrão com fungicida comercial e uma testemunha. Em seguida, as sementes foram avaliadas quanto à qualidade fisiológica e sanitária. O extrato de timbó reduz a qualidade fisiológica das sementes de tomate. O tratamento de sementes com extrato de alfavaca-cravo e extrato de timbó inibi a incidência de Penicillium sp. em sementes de tomate cereja, produzidas sob manejo orgânico.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2020-01-29
Secção
Geral