Recomendação de calagem com base na variabilidade espacial de atributos químicos do solo no Cerrado brasileiro

  • Sammy Sidney Rocha Matias José de Fátimo Matias e Zilneide Barros Matias
  • Alex Matos
  • Jacqueline Landim
  • Samuel Feitosa
  • Marco Aurélio Alves
  • Roberto Silva

Resumo

RESUMO

A agricultura de precisão permiti adotar práticas de manejo adequadas em zonas com restrições químicas que podem limitar o rendimento das culturas. Entretanto, devido ao alto custo com análises laboratoriais dificulta a utilização dessa técnica. Objetivou-se se com este trabalho, avaliar a eficiência de malhas amostrais na caracterização da variabilidade espacial dos atributos químicos do solo e simular a recomendação da necessidade de corretivo a ser aplicado em uma área para o cultivo de soja. O trabalho foi realizado em uma área de pastagem localizada no sul do Estado do Piauí. Foram coletadas amostras nas densidades 10x10, 20x10 e 30x10 m em duas profundidades, 0,00-0,20 e 0,20-0,40 m. Foi determinado o pH, terrores de cálcio, magnésio, saturação por base e capacidade de troca catiônica. Foi realizado uma análise descritiva dos dados, posteriormente foram modelados semivariogramas para confecções de mapas para manejo específico por meio de krigagem. Com os mapas de zonas específica foram realizados cálculos da necessidade de calagem do solo para cultivo de soja nas três densidades na profundidade de 0,00-0,20 m pelo método de elevação da saturação por base. A técnica da geoestatistica permite identificar as zonas manejo específico, aumentando a possibilidade de uma correção com mais eficaz e redução dos custos para o produtor. Malhas amostrais menores, identificam a variabilidade espacial dos atributos do solo.

 

Palavras-chave: Solo, Manejo específico, correção do solo

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2020-01-27
Secção
Geral