Sistemas Vitícolas no Douro

Diferenças e Similaridades para a Eficiência

  • Ana Alexandra Marta-Costa Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Departamento de Economia, Sociologia e Gestão; Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento https://orcid.org/0000-0001-9247-9167
  • Cátia Santos COlab Vines&Wines, Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID), Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD), Vila Real, Portugal https://orcid.org/0000-0003-1660-7360
  • Aníbal Galindro Universidade de Aveiro (UA), Aveiro, Portugal
  • Micael Santos Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Departamento de Economia, Sociologia e Gestão; Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento

Resumo

O sector vitivinícola é um sector histórico em Portugal que desempenha um importante papel socioeconómico na Região Demarcada do Douro (RDD). O objetivo deste trabalho consiste em estudar as principais características dos sistemas adotados nesta região, com base num conjunto de 110 inquéritos presenciais e estimar a sua eficiência produtiva recorrendo ao Data Envelopment Analysis (DEA). Além disso, foi realizada uma análise de clusters (cluster k-means) para descobrir padrões desconhecidos nos dados e criar grupos de explorações homogéneas.

A amostra assente numa grande diversidade de sistemas vitícolas, apresenta um número elevado de parcelas, com uma produção média de uvas de 5784 kg/ha representando um rendimento de 4315 €/ha, e de que resultaram seis clusters. A maioria das explorações constitui o cluster que se caracteriza pelo trabalho intensivo. O cluster com menor dimensão reúne os casos mais extremos e com elevados valores de capital. Já o grupo mais eficiente é aquele que apresenta todos os indicadores acima da média da amostra, com exceção da área utilizada. Através deste estudo, tornou-se possível reconhecer as características dos sistemas mais eficientes que podem ajudar os viticultores a adotarem os sistemas produtivos mais vantajosos, a fim de alcançar níveis mais elevados de competitividade.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

Ana Alexandra Marta-Costa, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Departamento de Economia, Sociologia e Gestão; Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento

Ana Alexandra Marta-Costa é doutorada em Ciências Agro-sociais pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), desde 2008, e é Professora Auxiliar no Departamento de Economia, Sociologia e Gestão da UTAD. É membro integrado e Diretora Adjunta do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD), onde desenvolve investigação sobre a avaliação da sustentabilidade e o planeamento de sistemas agrários. Tem participado em projetos de investigação internacionais e nacionais e publicado diversos artigos e livros sobre estas temáticas. Correntemente, é Diretora do Curso de Doutoramento em Agronegócios e Sustentabilidade da UTAD em associação com a Universidade de Évora, membro da Direção da Associação Portuguesa de Economia Agrária (APDEA) e pertence ao Steering Committee da International Farming Systems Association (IFSA).

Publicado
2020-05-09
Secção
Geral