Diagnóstico do desperdício alimentar num restaurante universitário

O Caso do refeitório da ESALQ-USP Brasil

  • Carlos Eduardo FreitasVian ESALQ USP
  • Gustavo Lobo
  • Diogo M. Souza Monteiro
  • Silvia Miranda
  • Ana Meira
  • Paula Poeta

Resumo

 artigo submetido ao nº especial da RCA, no âmbito do IX Congresso da APDEA/ESADR2019

A FAO estima que 30% da produção agrícola anual se perca ou se desperdice ao longo da cadeia de distribuição. O sector da restauração e responsável por 9 a 20% deste desperdício. As cantinas Universitárias servem milhares de refeições diariamente e originam perdas e desperdício devido à má gestão, ambiente dos refeitórios e comportamento dos utentes. Este estudo visa examinar as principais causas do desperdício e compreender quais as atitudes dos utentes. Usando uma metodologia mista os resultados preliminares sugerem que existe uma grande amplitude de desperdício ao longo do ano. Os questionários aplicados junto aos usuários permitem concluir que oos seus valores e atitudes, a qualidade dos alimentos e a quantidade servida são fatores determinantes do desperdício. Também foi possível determinar que nos semestres finais do ano academico e quando são servidos pratos á base de proteina animal o desperdício de alimentos na ESALQ é maior.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2020-05-09
Secção
Geral