Amar e Ser Amado

Ana Paula Rocha

Resumo


O presente artigo pretende abordar a forma como a relação precoce entre a mãe e o seu bebé, que começou ainda no útero, vai determinar a qualidade de vida relacional de cada um de nós, enquanto s ujeitos. Os possíveis desvios ou desencontros nesta interacção trarão como consequência diversas perturbações na riqueza da nossa vida afectiva. Por outro lado, uma boa interacção mãe–bebé favorece os fundamentos da formação do vínculo amoroso. Surge assim, por fim, a ideia que é deste sentimento amoroso e da realização do mesmo, que resulta uma vida rica e plena de afectos.


Palavras-chave


Relação precoce; Vínculo amoroso

Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.