Acesso ou Registar-se para submeter um artigo.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita e não se encontra sob revisão ou para publicação por outra revista.
  • Os ficheiros para submissão encontram-se em formato Microsoft Word® ou compatível.
  • O autor principal toma conhecimento que existe um modelo word (template) Modelo de Manuscrito que poderá usar para mais facilmente cumprir as normas de estilo e de formatação da revista. Toma ainda conhecimento de algumas Normas de Estilo da Revista.

  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Instruções para Autores, na secção Sobre a Revista.
  • Os autores leram, aceitaram e assinaram a Declaração de Aceitação de Condições de Publicação que deve ser enviada conjuntamente com o manuscrito. Os autores verificaram ainda estar cumpridos os requisitos referentes à obtenção de consentimento informado (quando necessário), conforme descrito nessa declaração, bem como a necessidade de obter permissão para reproduzir tabelas, imagens ou excertos longos de textos provenientes de fontes protegidas por direitos de autor.
  • O autor principal tem um ORCID atribuído e colocado no seu perfil de utilizador no Portal da Psilogos. A existência de um número ORCID para o autor principal é obrigatória e pode ser obtido gratuitamente em https://orcid.org

Instruções para Autores

Os artigos propostos, redigidos em português ou inglês, não poderão ter sido alvo de outra publicação e deverão ser enviados ao cuidado do Director da Revista. A submissão é efectuada em formato digital (Microsoft Word® ou compatível) por via electrónica, exclusivamente desta plataforma (RCAAP/OJS). A existirem imagens, estas deverão ser enviadas em ficheiros separados (formatos PDF, PNG ou TIFF), excepto se a sua inclusão no focheiro WORD não implicar redução da qualidade ou resolução da imagem. As normas de publicação e estilo de referências seguem as recomendações do Comité Internacional de Redactores de Revistas Médicas (www.icmje.org), a consultar para os casos não previstos no presente texto.

Recomenda-se vivamente a utilização do Modelo de Manuscrito e a observância das Normas de Estilo da Revista.

No que respeita à apresentação do texto, os artigos deverão ser redigidos com duplo espaço, em páginas numeradas com letra Times New Roman, tamanho 12. A numeração das figuras faz-se com algarismos árabes e os quadros com numeração romana. O texto não deverá ultrapassar 12 páginas (número indicativo). No início do manuscrito deverão constar o título do artigo em português e inglês; seguidamente deve surgir o resumo em português e inglês (máximo de 350 palavras para artigos originais e revisões e 150 para casos clínicos), bem como as palavras-chave em português e inglês, que deverão utilizar terminologia constante no MeSH (Medical Subject Headings) da National Library of Medicine (NLM).

O resumo deve conter as seguintes secções: introdução, objectivos, métodos, resultados e conclusões. Os artigos originais e de revisão deverão ser estruturados segundo a sequência: introdução, objectivos, material e métodos, resultados, discussão e conclusão, seguindo-se uma lista de referências bibliográficas. A existirem, os agradecimentos devem ser colocados antes da bibliografia.

As referências bibliográficas deverão ser numeradas de acordo com a ordem de aparecimento e inseridas com o efeito "superior à linha". Na lista de referências, onde só devem constar as citadas no texto, deverão ser dispostas seguindo a mesma ordem. Devem obedecer à seguinte forma: a) no caso de revistas: apelido e iniciais dos autores (excepto se ultrapassar 6), título do artigo, nome abreviado da publicação (conforme catálogo da NLM), ano de publicação, volume, primeira e última página do artigo; b) no caso de livros: apelido e iniciais dos autores, título do livro, cidade e editora, ano de publicação, páginas; c) no caso de capítulos de livros: apelidos e iniciais dos autores do capítulo ou da contribuição, título e número de capítulo, apelido e iniciais dos editores, título do livro, cidade e editora, ano de publicação, primeira e última páginas do capítulo.

O manuscrito deve conter no final uma declaração dos conflitos de interesse e das fontes de financiamento.

Tendo em conta o acordo ortográfico vigente, a Comissão Editorial deliberou que será respeitada a decisão dos autores relativamente à observância das regras do mesmo.

É da responsabilidade do autor principal assegurar-se que todos os autores participaram substancialmente na elaboração do trabalho, tomaram conhecimento das condições de avaliação e publicação e forneceram o seu consentimento e aprovação para o envio da versão final. Toda a informação constante no artigo é da responsabilidade dos autores. O autor principal é responsável por garantir que estão discriminados correctamente todos os potenciais conflitos de interesse e fontes de financiamento. A responsabilidade de obter autorizações para reproduções de figuras, tabelas ou excertos longos que excedam a mera citação a partir de outras fontes (e.g. livros, outros artigos) é da inteira responsabilidade dos autores (cópia da autorização deve ser fornecida à Psilogos). Recordamos que a Psilogos é uma publicação open-access e que a obtenção de autorização deverá mencionar  este facto. A responsabilidade de obter consentimento informado, quando tal seja recomendável, necessário ou requerido, é da inteira responsabilidade dos autores.

A Psilogos presume o cumprimento de todas os preceitos éticos e legais quando o manuscrito for acompanhado pela presente declaração assinada. A necessidade de obter consentimento informado (em trabalhos que envolvam seres humanos) emana das leges artis, códigos deontológicos, comissões de ética e de investigação e demais códigos e instituições, sendo que repousa no autor a tarefa de averiguar o tipo de consentimento necessário para cada trabalho em concreto. No caso específico de trabalhos onde o doente seja identificável (e.g. por imagens, dados genéticos ou dados biográficos de conhecimento público) e não seja possível ocultar estes dados sem prejudicar seriamente o propósito científico do trabalho, a Psilogos requer cópia do consentimento informado escrito (por parte do doente ou representante legal) após este visualizar a versão final do trabalho.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços fornecidos nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação e (caso os autores não manifestem oposição na caixa "Comentário ao Editor") para eventual envio de convites ou publicidade a eventos organizados pelo Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE. Os dados não serão disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.