Migrantes portugueses no Rio de Janeiro: explorando ambivalências identitárias através de práticas alimentares

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31447/AS00032573.2020237.08

Palavras-chave:

alimentação, migrações, Rio de Janeiro, familias portugesas migrantes

Resumo

Este artigo discute o papel da alimentação e da circulação de bens alimentares nas migrações contemporâneas. Partindo de um trabalho de campo etnográfico realizado no Rio de Janeiro, em 2014, com famílias de jovens emigrantes portugueses recentemente chegadas ao país, o artigo discute as suas perceções e valores dominantes sobre as práticas alimentares locais, bem como suas rotinas de seleção, aquisição, preparação e consumo de alimentos, para examinar as estratégias de pertença e posicionamento do grupo no Brasil. O artigo explora igualmente a centralidade da alimentação na evocação da origem e a sua relevância dentre as múltiplas coisas que circulam no oceano Atlântico, seguindo o mesmo percurso que as famílias percorreram.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-02-09

Edição

Secção

Artigo Dossiê Temático