O Vale da Amoreira enquanto espaço socialmente criativo, ou a suburbana arte da (in)visibilidade?

  • André Carmo Centro de Estudos Geográficos - Universidade de Lisboa
  • Maria João Freitas Laboratório Nacional de Engenharia Civil
Keywords: Socially creative space, social innovation, arts, Vale da Amoreira, Critical Neighbourhoods Initiative, Centro de Experimentação Artística

Abstract

Espaços socialmente criativos são aqueles em que as artes existem enquanto instrumento de inovação social, ou seja, instrumentos de combate à exclusão, reconfiguração de relações de poder e promoção do empowerment comunitário. Neste artigo debruçamo-nos sobre o Vale da Amoreira e o seu processo de afirmação enquanto espaço socialmente criativo, no quadro da implementação e desenvolvimento da Iniciativa Bairros Críticos. A partir de um conjunto de entrevistas realizadas junto de atores-chave para o desenrolar desse mesmo processo, são examinadas as condições (pré)existentes no Vale da Amoreira que explicam a centralidade das artes, o tipo de inovação social promovida e o papel desempenhado pelo Centro de Experimentação Artística. Conclui-se que, enquanto espaço socialmente criativo, o Vale da Amoreira é uma experiência de transformação, qualificação e revalorização sócio-espacial que, não sendo um fracasso, pode ser vista como um relativo insucesso.

Published
2017-06-30
Section
Article