DIALÉCTICAS PROJECTUAIS. Os contributos do Bairro de Alvalade para a Estrutura Verde da Cidade de Lisboa

  • Jorge Rosa Neves ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa
  • Paulo Tormenta Pinto DINÂMIA'CET-IUL, Instituto Universitário de Lisboa

Abstract

Alvalade neighborhood, built between 1945 and 1970, incorporates influences from the Modern Movement, which resulted in significant changes in the way of observing and project the urban space. The most important among all was opening the space inside block in a logical of common fruition and implementation of pedestrian paths, both essential to build the "neighborhood concept", which resulted on interstitial urban space network with particular characteristics.

This period matched with the professional and social affirmation of landscape architecture in Portugal and the beginning of first landscape architects activity at Lisbon Municipal authority, which resulted in intense project activity according to the artistic and deeply ecological doctrinal matrix of Francisco Caldeira Cabral.

Within a perspective of studding the design dialectic between architecture and landscape architecture, the article explores the circumstantial contributions of planning and design that acting on the definition and the design of urban spaces contributed, in a punctual or aggregated way, to the establishment of a significant spaces network in the Green Structure of the City.

References

Argumentum. Gonçalo Ribeiro. Gonçalo Ribeiro Telles – Textos Escolhidos (Selecção de Fernando Santos Pessoa e Prefácio de Guilherme d’ Oliveira Martins) Lisboa. ISBN: 978-972-8479-98-5.

Brito, Vasco; Camarinhas; Catarina. Elementos para o Estudo do Plano de Urbanização da Cidade de Lisboa (1938). Caderno do Arquivo Municipal, n.º 9, p.163-189. Câmara Municipal de Lisboa, 2007.

Cabral, Francisco Caldeira. Fundamentos da Arquitectura Paisagista. Instituto da Conservação da Natureza. Lisboa, 1993. ISBN: 972-8083-12-2.

Câmara, Maria Teresa Pinto de Mesquita Cabral de Moncada Bettencourt. Contributos da Arquitectura Paisagista para o Espaço Público de Lisboa (1940-1970). Tese de Doutoramento em Arquitectura Paisagista e Ecologia Urbana (Orientado por Professora Auxiliar Teresa Dulce Portela Marques). Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território. Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, 2015.

Castelo Branco, Fernando. Bairro de Alvalade in “Monumentos e edifícios notáveis do distrito de Lisboa, 2000, Vol. 5, Tomo 4, Parte 2, p.218-219.

Costa, João Pedro. Bairro de Alvalade. Um Paradigma no Urbanismo Português. Livros Horizonte. Faculdade de Arquitectura, 2002. ISBN: 972-24-1198-5.

Di Salvatore, Silvia; Tostões, Ana; Guarda, Israel. Lisboa. Planeamento, política e cidade através da obra de João Guilherme Faria da Costa (1938-1958) in “Colóquio Arquivo Municipal de Lisboa. Um Acervo para a História II – Painel III – Construir a Cidade: Os atores, p.125-139. Arquivo Municipal de Lisboa, 2015.

Fernandes, José Manuel. As Avenidas de Lisboa in “Lisboa em Obras”, 1997, p.21-33.

Ferreira, Vitor Matias. Uma nova ordem urbana para a capital do império - a «modernidade» da urbanização e o «autoritarismo» do Plano Director de Lisboa. In “Colóquio sobre o Estado Novo: das origens ao fim da Autarquia: 1926-1959, p.359--375. Lisboa, 1986.

França, José Augusto. A arquitectura dos anos 30 e 40: Ramos, Cristino, Pardal e Duarte Pacheco in “A arte em Portugal no século XX”, p.225-260, Lisboa, 1985.

Lamas, José M. Ressano Garcia. A Urbanística formal portuguesa. Morfologia urbana e desenho da Cidade. Fundação Calouste Gulbenkian. Textos Universitários de Ciências Socias e Humana, p.281-292, Lisboa, 1993.

Lisboa, Câmara Municipal. Plano Director de Urbanização de Lisboa, 1948.

Lisboa, Câmara Municipal. Plano Director de Urbanização de Lisboa, 1958.

Lisboa, Câmara Municipal. Prof. Francisco Caldeira cabral 1908-1992. CML. Comissão Municipal de Toponímia, 2008.

Marques, Bruna. João Guilherme Faria da Costa. O caso único da Figueira da Foz. (Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitectura Sob a Orientação da Professora Doutora Susana Luísa Maxia Lobo), Departamento de Arquitectura, FCTUC, 2015.

Magalhães, Manuela Raposo. A Arquitectura Paisagista. morfologia e complexidade. Editorial Estampa, SA, 2001. ISBN: 972-33-1686-2.

Silva, Carlos Nunes. A «Urbanística» do Estado Novo (1926-1959): Nem Nacional Nem Fascista in “Colóquio sobre o Estado Novo: das origens ao fim da Autarquia: 1926-1959”. Lisboa, 1986.

Telles, Gonçalo Ribeiro (Coordenação). Plano Verde de Lisboa. Componente do Plano Director Municipal de Lisboa. Edições Colibri, Lisboa, Outubro de 1997. ISBN: 972-8288-743.

Tostões, Ana. Lisboa: arquitectura nos nos 50 in “Lisboa”, 1994, p.63-71.

Tostões, Ana. Plano de Urbanização da zona Sul da Avenida Alferes Malheiro in “Arquitectura do século XX: Portugal, 1998, p.194.

Published
2018-09-12
Section
Article