Exercícios oculares na Insuficiência de Convergência: Série de Casos

Palavras-chave: Visão, Insuficiência de Convergência, Oftalmologia, Terapia Visual

Resumo

Objetivos: Avaliar a eficácia da terapia visual no tratamento da insuficiência de convergência. Material e métodos: Trata-se de um estudo de série de casos clínicos, com indivíduos de ambos os sexos, com idade mínima de 18 anos e máxima de 60 anos. Realizado no Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz - FAG, na cidade de Cascavel – PR- Brasil, entre Fevereiro e Setembro de 2017. Resultados: Foram avaliados e tratados cinco indivíduos, sendo quatro do sexo feminino e um do sexo masculino, com média de idade de 33,8±14,8 anos. Todos apresentaram melhora em relação ao ponto próximo de convergência, tendo média inicial de 18,1±3,8cm e média final de 11,2±4,5cm, com diferença da média (DM) de 6,9±2,4 pontos com intervalo de confiança de 95% (IC 95%) de 3,8-9,9 pontos P=0,03. Em relação ao questionário CISS, quatro apresentaram diminuição na pontuação, apresentando média inicial de 28,8±7,4 pontos e média final de 23,0±11,6 pontos, com DM=5,8±9,5 e IC 95% -6,1-9,2 pontos P=0,24. Já em relação à acuidade visual, os indivíduos não apresentaram diferença estatisticamente significativa. Conclusões: Conclui-se que a terapia visual é eficaz para o tratamento da insuficiência de convergência, com redução da sintomatologia e do ponto próximo de convergência.

Biografias do Autor

Caroline Maia Wolf
fisioterapeuta
Marcelo Taglietti, Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz
Departamento de Fisioterapia
Publicado
2019-05-19
Secção
Comunicações curtas e casos clínicos