Impacto da implantação de segmentos de anel corneanos intra-estromais na qualidade de vida de doentes com queratocone

  • Anita Antunes Sousa Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
  • Luís Miguel Gonçalves Torrão Centro Hospitalar de São João
Palavras-chave: queratocone, segmentos de anel corneanos intra-estromais, qualidade de vida, função visual, National Eye Institute Visual Function Questionnaire-25

Resumo

Objetivo: Avaliar a influência da implantação de segmentos de anel corneanos intra-estromais (SACIE) na qualidade de vida de doentes com queratocone, através do National Eye Institute Visual Function Questionnaire-25 (NEI VFQ-25).

Material e Métodos: Estudo retrospetivo descritivo de 18 doentes com diagnóstico de queratocone, submetidos a implantação de SACIE entre 2011 e 2017. Administrou-se o NEI VFQ-25, ajustado ao desenho retrospetivo do estudo e à língua portuguesa. Os resultados foram avaliados em conjunto com dados pré e pós-operatórios de acuidade visual melhor corrigida (AVMC), curvatura máxima da superfície anterior da córnea (Kmáx), astigmatismo queratométrico (AQ) e valor quadrático médio da aberração de coma (VQMAC).

Resultados: Observaram-se melhorias estatisticamente significativas da AVMC (p=0,001), de uma mediana pré-operatória de 0,40 para 0,65, e do score composto do NEI VFQ-25 (p=0,001), de 70,21 para 80,51 no pós-operatório. Adicionalmente, verificaram-se diminuições estatisticamente significativas da Kmáx (p=0,012), de uma mediana de 59,20 para 53,90 dioptrias, e do VQMAC (p=0,001), de 2,63 µm para 1,81 µm. A diminuição da mediana do AQ, de -3,25 para -1,50 dioptrias, não foi estatisticamente significativa (p=0,896).

Conclusões: A implantação de SACIE no queratocone melhora significativamente medidas clínicas e topográficas de visão, assim como a qualidade de vida dos doentes.

Publicado
2019-01-18
Secção
Artigos originais