Avaliação do disco ótico na drepanocitose em idade pediátrica

  • Tomás Loureiro Hospital Garcia de Orta

Resumo

Introdução:A drepanocitose é uma hemoglobinopatia que está associada a complicações vasculares multissistémicas que se podem repercutir a nível oftalmológico, atingindo essencialmente a retina.

            Este estudo teve como objetivo realizar uma análise morfológica e vascular dos discos óticos de crianças com drepanocitose e procurar correlacioná-las com parâmetros oftalmológicos e dados clínicos da doença.

 

Material e métodos: Estudo prospetivo e observacional com 18 olhos de 10 crianças com drepanocitose com idade média de 11 ± 3,3 anos, 70% do sexo feminino. Realizou-se angiografia por tomografia de coerência ótica (OCT-A) –  Cirrus 5000 Angioplex – com avaliação morfológica e da densidade vascular do disco ótico.

 

Resultados:A melhor acuidade visual média foi de 0,9 em ambos os olhos. O equivalente esférico médio foi de + 0,50 no olho direito e + 0,70 no olho esquerdo. Na biomicroscopia, salienta-se a presença de icterícia das escleróticas em 6 olhos (33%).

Observou-se a presença de retinopatia não proliferativa em 8 olhos (44%) e de nenhum com retinopatia proliferativa. A relação escavação-disco vertical foi de 0,56 ± 0,16em olhos com retinopatia, superior à dos olhos de crianças sem retinopatia - 0,41 ± 0,11 (p=0,003). A densidade média central de vasos superficial (44,58 ± 1,08 % vs50,64 ± 1,29 %; p=0,001)e profunda (35,33 ± 1,62% vs41,67 ± 1,02%; p=0,001) foi inferior em crianças com retinopatia.

 

Conclusão: Este estudo apresenta os primeiros dados sobre a avaliação do nervo ótico por OCT-A em crianças com drepanocitose em Portugal. O estudo permitiu concluir que a relação escavação-disco nas crianças com drepanocitose e retinopatia está ligeiramente aumentada quando comparada com a de crianças com drepanocitose sem retinopatia. A densidade vascular do disco ótico foi inferior em olhos com retinopatia. São necessários mais estudos para validar a real importância diagnóstica e prognóstica destes exames na drepanocitose.

Publicado
2019-05-19
Secção
Artigos originais