Rastreio de Saúde Visual Infantil – Dados do 1º ano de rastreio no Hospital Pedro Hispano

  • Sara Pereira

Resumo

Introdução e Objetivos: A ambliopia corresponde à principal causa de perda visual monocular entre os 20 e os 70 anos, sendo um reconhecido problema de saúde pública. A deteção e o tratamento precoces são fundamentais na sua prevenção. Neste trabalho pretende-se analisar os dados referentes ao primeiro ano de Rastreio de Saúde Visual (RSVI) no Hospital Pedro Hispano.

Materiais e Métodos: Foram incluídas todas as crianças do RSVI referenciadas à consulta de Oftalmologia Pediátrica e que realizaram esquiascopia sob cicloplegia entre Novembro de 2017 e 15 de Agosto de 2018. A análise de dados foi realizada com recurso ao SPSS Statistics 25.

Resultados: Das 185 crianças incluídas, foram prescritos óculos em 74 casos (40%); das restantes 111 crianças, 61 (33%) continuam em vigilância em consulta e apenas 50 (27%) foram consideradas sem patologia e sem indicação para seguimento.  Os principais motivos para a prescrição de óculos foram o astigmatismo misto (55,4%) e a anisometropia (28,4%). Verificou-se a existência de uma correlação forte entre os resultados obtidos com o Plusoptix e a esquiascopia para o valor da esfera, cilindro e equivalente esférico (r=0,78;0,81;0,81 respetivamente).

Conclusão: Os resultados obtidos evidenciam o impacto do RSVI na deteção de fatores de risco ambliogénicos e validam a fotorrefração com o Plusoptix como um bom método de rastreio nesta faixa etária.

Palavras-chave

Fotorrefração, Plusoptix, Ambliopia, Esquiascopia; Rastreio Visual

 

Publicado
2020-01-24
Secção
Artigos originais