PLAGIOCEFALIA POSTURAL: A PROPÓSITO DE UM CASO CLÍNICO

Authors

  • Catarina Monteiro
  • Joana Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.25753/BirthGrowthMJ.v24.i0.9446

Abstract

Introdução A prevalência de deformações cranianas posi- cionais aumentou nas últimas duas décadas, em parte resultante da recomendação para deitar os recém-nascidos em decúbito dorsal, de modo a prevenir a síndrome de morte súbita. As de- formações cranianas mais frequentemente encontradas são pla- giocefalia e braquicefalia, podendo resultar de forças restritivas intra-uterinas ou forças externas aplicadas no crânio maleável da criança no periodo pós-natal.

Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realçar, através deste caso clinico, a importância de um correto reposicionamento do lactente e a importância de um diagnóstico precoce de deforma- ções cranianas.

Caso Clínico: As autoras relatam o caso clinico de uma lac- tente de 5 meses com plagiocefalia posicional unilateral esquer- da grave, com fatores de risco extrínsecos intra-uterinos e mau reposicionamento. Após 5 meses de tratamento com ortótese craniana, a lactente apresenta remissão completa da deforma- ção craniana anteriormente apresentada.

Comentários: Reconhecemos a importância de campanhas informativas ao nível dos Cuidados Primários e do rastreio siste- mático com craniometria nas consultas de Saúde Infantil, tendo em vista a prevenção e/ou deteção precoce das deformações cranianas posturais, evitando-se o desenvolvimento de deforma- ções graves.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2016-07-07

How to Cite

1.
Monteiro C, Oliveira J. PLAGIOCEFALIA POSTURAL: A PROPÓSITO DE UM CASO CLÍNICO. REVNEC [Internet]. 2016Jul.7 [cited 2022Aug.10];24:S18. Available from: https://revistas.rcaap.pt/nascercrescer/article/view/9446