Síndrome de Ganser: O mundo em que 2+2=5

  • Catarina da Costa Campos Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental, Hospital de Braga http://orcid.org/0000-0002-1691-6000
  • Joana Mesquita Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental, Hospital de Braga
Palavras-chave: Síndrome de Ganser, Perturbações Dissociativas

Resumo

Introdução: A Síndrome de Ganser (SG) é uma doença rara descrita pela primeira vez em 1897, pelo neurologista Sigbert Ganser. Foi caracterizada originalmente como uma síndrome do foro histeriforme, no entanto manteve-se revestida de controvérsia desde o seu início até aos dias de hoje.
Objetivos: Descrever um caso clínico cujas características são compatíveis com a SG e elaborar uma breve revisão sobre esta entidade nosológica.
Métodos: Recolha e sistematização da informação clínica de um caso compatível com o diagnóstico de SG. Procedemos à revisão não sistemática do conceito e das características clínicas que lhe estão associadas.
Resultados e Conclusões: A SG é de difícil identificação em grande parte devido à grande indefinição que persiste quanto à sua caracterização e uniformização dos sintomas que a compõe. É necessária uma melhor definição da doença dentro do conceito das perturbações dissociativas, de forma a facilitar a sua identificação e o diagnóstico diferencial.

Publicado
2019-08-18
Secção
Casos Clínicos