Delírio de Infestação: um sintoma ou uma doença?

  • Ricardo Teixeira Ribeiro Hospital de Braga https://orcid.org/0000-0002-1718-741X
  • Célia Soares Hospital de Braga
  • Daniela Vilaverde Hospital de Braga
  • Liliana Silva Hospital de Braga
  • Joana Mesquita Hospital de Braga
  • Pedro Morgado Hospital de Braga ICVS/3Bs – PT Government Associate Laboratory, Universidade do Minho
Palavras-chave: Delírio de Infestação, Classificação

Resumo

Introdução: O delírio de infestação (DI) é caracterizado pela crença persistente de infestação por organismos vivos ou inanimados na ausência de qualquer evidência clínica e/ou microbiológica nesse sentido.
Objetivos: Descrever quatro casos clínicos de DI e discutir o enquadramento nosológico do DI.
Métodos: Relato de quatro casos clínicos de DI observados no Hospital de Braga entre 2010 e 2015 e análise não-sistemática da literatura baseada na base de dados MEDLINE.
Resultados e Conclusões: A nosologia e a classificação do DI são controversas na literatura e para isso contribuiu o facto de nunca se ter estabelecido como entidade clínica independente nos principais manuais de classificação. A diferenciação entre um DI primário e independente e um DI secundário, que surge como sintoma de uma outra condição médica, exige uma avaliação cuidadosa, existindo múltiplas patologias médicas às quais foram associados casos de DI.

Publicado
2019-08-18
Secção
Casos Clínicos