Toxicidade Multissistémica por Lítio: a propósito de um Caso Clínico

  • Juliana Nunes Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda
  • Diana Brigadeiro Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda
  • Nádia Potlog Interna de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
  • Paula Neves Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
  • Joana Vedes Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
  • António Pissarra da Costa Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda
Palavras-chave: Lítio, Efeitos Adversos, Doença Bipolar, Toxicidade por Lítio

Resumo

Introdução: O carbonato de lítio é utilizado como medicamento de escolha no tratamento da doença bipolar mas, dado o seu estreito intervalo terapêutico, necessita de monitorização regular da litemia e do aparecimento de eventuais sintomas e sinais de toxicidade.

Objectivos: Ilustrar a complexidade do diagnóstico e abordagem da toxicidade causada por tratamento prolongado com Lítio.

Métodos: Apresentação de um caso clínico e revisão da literatura.

Resultados: Os autores apresentam o caso de uma mulher, de 53 anos de idade, portadora de doença bipolar, medicada desde há 28 anos com carbonato de lítio na dose 600 mg/dia, que abandonou o seguimento clínico 8 anos antes, mantendo a toma da medicação, sem qualquer tipo de monitorização. Recorre ao serviço de urgência por um quadro de desorientação, discurso incoerente, ataxia e tremores. Dos exames complementares realizados salienta-se uma litemia de 4,07mmol/L, configurando uma emergência médica.

Conclusão: O tratamento com lítio, sem a monitorização clínica e laboratorial, pode conduzir a toxicidade multissistémica grave, eventualmente fatal.

Biografias do Autor

Juliana Nunes, Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda

Interna de Formação específica em Psiquiatria no Departamento de Saúde mental da ULS da Gurda

Assistente convidada do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Beira Interior - Covilhã

 

Diana Brigadeiro, Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda

Interna de Formação específica em Psiquiatria no Departamento de Saúde mental da ULS da Gurda

Assistente convidada do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Beira Interior - Covilhã

 

Nádia Potlog, Interna de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
Paula Neves, Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
Joana Vedes, Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
Médica de Medicina Interna do Serviço de Medicina Interna da ULS da Guarda
António Pissarra da Costa, Departamento de Psiquiatria e Saúde mental da ULS da Guarda

Chefe de Serviço do Departamento de Saúde mental da ULS da Gurda

Assistente convidado do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Beira Interior - Covilhã

 

Publicado
2020-07-24
Secção
Casos Clínicos