Análise comparativa e validação da versão portuguesa do índice de reactividade interpessoal

Palavras-chave: Índice de Reactividade Interpessoal, Empatia, Validação, Português, Factor de Análise Confirmatória

Resumo

Introdução: Com a criação do índice de reactividade interpessoal, a empatia passou a ser medida de forma multidimensional e tornou-se alvo de maior atenção. O índice de reactividade interpessoal é avaliado com um questionário de 28 perguntas, constituído por quatro sub-escalas de sete itens cada. Este índice já foi traduzido para diversas línguas, nomeadamente para português.

Objectivos: Este trabalho, além de desenvolver, traduzir e validar o índice de reactividade interpessoal para português, efectua uma análise comparativa do modelo original com diversos modelos modificados já relatados na literatura.

Métodos: A amostra (n=275) foi analisada usando o factor de análise confirmatória. O modelo original é comparado com modelos modificados, sendo avaliados a sua consistência interna e os seus fit indices.

Resultados: A fiabilidade interna está em linha com a restante literatura, apesar de não ter sido excelente (<0.90). A comparação com outras versões modificadas da estrutura dos factores do índice de reactividade interpessoal revelou dois modelos com melhor performance do que o modelo original e a possibilidade de desenvolver uma versão reduzida do índice de reactividade interpessoal.

Conclusões: Este índice é um instrumento válido para medir a empatia na população portuguesa e está em linha com outros resultados prévios, nomeadamente com uma validação anterior para português. No entanto, algumas modificações na estrutura dos factores latentes geram melhores resultados do que na estrutura latente original.

Publicado
2020-07-24
Secção
Artigos Originais