Risco Suicidário em Jovens: Avaliação e Intervenção em Crise

  • Catarina Pereira Serviço de Psiquiatria; Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca EPE

Resumo

As tentativas de suicídio e os comportamentos suicidários representam um problema complexo, com elevada prevalência na adolescência. Estas situações de crise podem ser abordadas em diversos contextos da actividade da Psiquiatria da Infância e da Adolescência, seja no serviço de urgência, na actividade de ligação, ou na consulta de ambulatório. A intervenção na crise suicidária requer o envolvimento tanto do jovem como da família e representa um momento determinante na avaliação clínica e na adesão ao processo terapêutico. No presente artigo é realizada uma revisão sobre os comportamentos suicidários na infância e na adolescência, focando‐se sobre a caracterização dos mesmos e das especificidades ligadas à fase de desenvolvimento, factores de risco e protecção e orientações na avaliação e abordagem terapêutica da crise suicidária em jovens.

Publicado
2011-12-05
Secção
Actas