Aspectos Psicológicos do Doente Oncológico

  • Graça Cardoso Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Antonio Luengo Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Bruno Trancas Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Carlos Vieira Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Dóris Reis Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
Palavras-chave: psiquiatria, oncologia, psiquiatria de ligação, Doença Oncológica, Aspec‐ tos Psicológicos, Intervenção Psicossocial

Resumo

A doença oncológica é acompanhada de mar‐ cado sofrimento psicológico que atinge o doente e a família. O doente enfrenta, a partir do momento do diagnóstico, um conjunto de mecanismos e de tarefas de adaptação à doença e suas circunstâncias. A grande prevalência de quadros de ansiedade e depressão no seu decurso é mais acentuada na fase terminal. Destes factos decorre a necessidade de um plano terapêutico global integrando os cui‐ dados somáticos e psicológicos/psiquiátricos em todos os estadios da doença oncológica. Os profissionais de saúde também estão sujeitos a reacções emocionais face ao sofrimento que presenciam, pelo que, é importante estarem atentos aos aspectos emocionais e desenvolverem formação que lhes permita intervir de forma adequada junto do doente e da família. A articulação de oncologistas e profissionais de cuidados paliativos com as equipas de saúde mental pode ter um papel importante para a prestação de cuidados de qualidade a doentes oncológicos.

Publicado
2009-12-01
Secção
Artigos de Revisão