Doença Bipolar e Perturbação Borderline da Personalidade - Comorbilidade ou Continuum

  • Berta Ferreira Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Bárbara Lopes Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Alexandra Lourenço Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • João Carlos Melo Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
  • Teresa Maia Serviço de Psiquiatria, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE
Palavras-chave: bipolar, borderline, personalidade, comorbilidade, diagnóstico

Resumo

A associação entre a doença bipolar e a perturbação borderline da personalidade tem sido alvo de vários estudos. Alguns autores salientam a frequente comorbilidade e apontam para um agrava- mento do prognóstico da doença bipolar, uma vez que sintomatologia relacionada com o abuso de álcool, drogas e outras substâncias, os comportamentos suicidários e impulsividade, frequentemente associados à perturbação borderline, dificultariam o tratamento. Outros autores associam esta sintomatologia ao próprio diagnóstico de doença bipolar, defendendo um continuum entre estas duas entidades em que a perturbação borderline da per- sonalidade seria uma variante "ligeira" de uma perturbação afectiva primária. Abordaremos as diferentes posições e as suas implicações clínicas e terapêuticas.

Publicado
2004-06-01
Secção
Artigos de Revisão