As Alterações do Sono na Perturbação Bipolar

  • Cátia Alves Moreira Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa
  • Pedro Afonso Professor Auxiliar de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Palavras-chave: Perturbação Bipolar, Perturbações do Sono, Polissonografia, Sono

Resumo

Introdução: A doença bipolar é caracterizada por episódios de mania, hipomania e depressão. Esta doença psiquiátrica está associada a perturbações do sono, bem como a uma disrupção do ciclo sono-vigília. Estas alterações têm um impacto significativo na qualidade de vida e no prognóstico da doença.

Objetivos: Rever as principais alterações do padrão do sono observadas na perturbação bipolar, os seus mecanismos fisiopatológicos envolvidos e o seu impacto clínico.

Métodos: Realizou-se uma revisão não sistemática da literatura em inglês, através da pesquisa na PubMed, com as palavras-chave “sleep disturbance”, “bipolar disorder”, “polysomnography”.

Resultados e Conclusões: As queixas de alterações do padrão de sono podem ocorrer em qualquer fase da doença e incluem frequentes despertares noturnos, má qualidade do sono, redução do tempo total de sono, diminuição da latência do sono REM e aumento da densidade do mesmo. A correção das alterações do sono observadas na perturbação bipolar deve ser considerada uma prioridade terapêutica, pois previne a recorrência dos sintomas da doença e facilita uma integração sócio profissional proporcionando um maior sucesso na reabilitação e qualidade de vida destes doentes.

Biografias do Autor

Cátia Alves Moreira, Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa
Interna de Psiquiatria do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa
Pedro Afonso, Professor Auxiliar de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Professor Auxiliar de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Publicado
2015-06-01
Secção
Artigos de Revisão