Performance agronômica e correlação linear entre componentes de rendimento da soja em segunda safra

  • Carine Meier Universidade Federal de Santa Maria
  • Daniela Meira
  • Volmir Sergio Marchioro
  • Tiago Olivoto
  • Luís Antônio Klein
  • Ederson Duranti Moro
  • Rayra Bañolas Bueno
  • Andrei Lunkes
  • Rodrigo Ferreira Bello
  • Velci Queiroz Souza

Resumo

A soja é a principal cultura de verão estabelecida no Brasil. Atualmente vem sendo crescente a implantação de soja segunda safra, neste sentido é necessário conhecer a contribuição das características ao rendimento de grãos nos diferentes ambientes em condição de segunda safra. O objetivo deste trabalho foi avaliar quais características contribuem para a massa total de grãos, bem como analisar se as características que explicam o rendimento de grãos em genótipos de soja na segunda safra são as mesmas independentes do ambiente. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 8, sendo dois ambientes de cultivo (Salvador das Missões e Tenente Portela) e oito genótipos de soja com hábito de crescimento indeterminado (BMX Elite, NS 5959, NS 5909, BMX Alvo, BMX Potência, Tornado BMX, BMX Turbo, BMX Garra). Os componentes de produção diferiram entre si, o número de legumes com três grãos, o peso de mil grãos dos legumes com três grãos apresentou tendências lineares mais fortes e positivas com o rendimento dos grãos. Os genótipos NS5959, BMX Potência e BMX Turbo obtiveram a maior massa total de grãos, com a maior contribuição do peso de mil grãos dos legumes com dois e três grãos.

Downloads

Dados de downloads ainda não estão disponíveis.
Publicado
2020-01-27
Secção
Geral