Caso Clínico ARP Nº13: Torção com Enfarte de Mioma Pediculado

  • Ana Catarina Silva

Resumo

Mulher de 73 anos que recorre à médica ginecologista por dor pélvica persistente desde o último mês. Sem outras queixas nomeadamente sintomas sistémicos ou metrorragias.

O estudo ecográfico realizado mostra volumosa massa tumoral pélvica não sendo possível determinar o órgão de origem. Os valores de Ca-125 são normais.

Foi pedida RM pélvica para caracterização adicional da massa pélvica e determinar órgão de origem.

A RM magnética revelou lesão tumoral sólida, bem delimitada, localizada na linha média independente dos ovários e da bexiga mas que contacta com o fundus uterino por um pequeno pedículo. A massa revela sangue no seu interior e aquando do contraste não exibe qualquer captação de contraste. O diagnóstico avançado e confirmado na cirurgia foi de mioma fundico pediculado complicado com torção e enfarte.

Biografia do Autor

Ana Catarina Silva

Serviço de Radiologia, Hospital Pedro Hispano, Matosinhos

Publicado
2018-09-11
Secção
Solução Casos ARP